O laser femtosegundo permite fazer capsulotomias, fragmentação do núcleo da catarata, incisões arqueadas, incisões corneanas, tuneis para anéis corneanos e flaps (folheto superficial da córnea) para LASIK.

O laser femtosegundo permite fazer capsulotomias, fragmentação do núcleo da catarata, incisões arqueadas, incisões corneanas, tuneis para anéis corneanos e flaps (folheto superficial da córnea) para LASIK.

Tecnicamente, o laser femtosegundo emite pulsos de duração extremamente curta, não transferindo calor ou qualquer efeito mecânico às estruturas tratadas. O procedimento é por isso muito rápido, aumentando a segurança da cirurgia, reduzindo a ansiedade do doente.

Laser Femtosegundo 2

Na CPO utilizamos um laser femtosegundo de última geração, o VICTUS, que permite na mesma plataforma fazer todas os procedimentos indicados em cima, com alta eficiência e excelentes resultados.

Laser Femtosegundo 4

Existem inúmeras vantagens na utilização do laser femtosegundo para o cirurgião, nomeadamente um OCT intraoperatório de alto contraste, que permite uma visão detalhada intraoperatória, durante todo o procedimento, facilitando o controlo e planeamento da cirurgia.

O software permite a centragem, da capsulotomia e fragmentação do núcleo, na pupila, no limbo ou no ápex da catarata ou em qualquer outro ponto à escolha do cirurgião. A centragem no caso do flap é automática, conseguindo uma maior precisão, eliminando a necessidade de posicionamento manual. É também possível ao médico escolher o tipo de fragmentação do núcleo que seja mais adequado ao tipo de catarata e à técnica que utiliza para remover os fragmentos do núcleo posteriormente.

Laser Femtosegundo 6

O software do laser femtosegundo (VICTUS) permite:

  • Visualização do procedimento;
  • Reconhecimento automático da pupila;
  • Ótimo ajuste visual pelo interface gráfico e do OCT de alto contraste;
  • Incisões arqueadas com precisão na profundidade, ajuste do comprimento, diâmetro e eixo.

A interface de aplanação (ou seja, de contacto por compressão) da córnea, é seca (por oposição a outros lasers que necessitam fluido para a interface), tem sensores de pressão, para evitar excessiva compressão da córnea, que pode provocar pregas da face posterior ou hemorragias conjuntivais

Na obtenção do flap para o LASIK, pode ocorrer uma complicação o corte pode ficar incompleto ou descentrado ou irregular. O laser femtosegundo não corta apenas separa as camadas da córnea, e nestes casos não se faz separação manual e levantamento do flap. Ao fim de vários minutos a córnea volta ao seu aspeto normal sem qualquer alteração. É possível então repetir o procedimento como se nada tivesse acontecido. Esta é uma vantagem enorme em relação ao antigo processo mecânico com o microqueratótomo.

  • Section 1

    I am text block. Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

  • Section 2

    I am text block. Click edit button to change this text. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Pode haver complicações, embora muito raras na utilização do laser femtosegundo, sobretudo na cirurgia da catarata e tem também algumas contraindicações.

Está contraindicada a sua utilização e casos de cirurgia pediátrica, hipotonia ocular, glaucoma, doenças da retina, doenças reumáticas, presença de qualquer tipo de implante corneano, opacidades da córnea e nistagmo.

As doenças da córnea tais como distrofias do endotélio, o queratocone, as opacidades e história de herpes ocular, são situações que ou impedem uma correta aplanação da córnea ou. Impedem uma boa visualização das estruturas o que impede, pois, a utilização do laser.

Ainda em relação à cirurgia da catarata teremos de considerar os casos em que é impossível conseguir uma adequada dilatação da pupila o que impossibilita a capsulotomia e a fragmentação do núcleo.

Como complicações temos na catarata a capsulotomia incompleta ou o seu descentramento, a interrupção da fragmentação, e a rotura da cápsula posterior.

Qualquer das situações anteriores não afeta o resultado final, pois é sempre possível prosseguir a cirurgia como o fazíamos sem laser. Já a última, implica a utilização de vitrectomia para remover os restos de catarata que acabam no vítreo.

Trata-se, pois, de um adjuvante seguro à precisão quer na cirurgia de catarata como no LASIK.

  • Marcação de consulta

    Escolha a especialidade ou o médico e faça a sua marcação online.
    Marcar
  • Contactos

    Tem dúvidas de como podemos ajudar? Entre em contacto connosco.

  • Horários

    • 2ª a 6ª feira
      09h - 20h
    • Feriados nacionais
      Encerrado
  • App CPO

    Se já é cliente CPO, faça download da nossa app para efetuar marcações.
    Android iOS